Notícias

Ao assumir a diretoria da Associação Brasileira de Fôrmas, Escoramentos e Acesso – ABRASFE com mandato de dois anos, os novos membros da entidade – que têm como presidente Renison Moreira – pautam como principal meta agregar empresas sólidas, sérias e que trabalhem apoiadas sobre os pilares da ética, do desenvolvimento tecnológico e nas práticas sustentáveis, como foco na melhoria contínua do atendimento ao cliente.

Porém, com a inevitável ampliação do mix de produtos de seus associados, que até então, em sua maioria, possuíam fôrmas, escoramentos e andaimes e que já há alguns anos, passaram a agregar máquinas de acesso (elevadores de cremalheira, PTA’s) em seu mix de produtos, surgiu a necessidade da criação de um comitê específico de PTA’s.

 

Comitês de assuntos de interesse específico

Com o ingresso de novos membros, mudanças nas legislações e normas técnicas, e outros fatores, a associação percebeu a necessidade de tratar determinados assuntos com maior foco e monitoramento contínuo. Com isso, foram criados os comitês de interesse específico no qual cada associado tem o direito de nomear um representante seu para participar de ações quem impactam diretamente em suas empresas no mercado como um todo. Cada comitê possui um Coordenador que junto aos seus colaboradores exercem um trabalho voluntário, reunindo-se a cada dois meses, deliberando as mais variadas questões em prol da coletividade. Analisando o mercado e suas necessidades, foram criados os seguintes comitês:

  • Administrativo
  • Técnico
  • Treinamento e capacitação

 

Perfil

A ABRASFE é uma associação sem fins lucrativos, criada inicialmente por oito das maiores empresas do setor de fôrmas e escoramentos no Brasil. Após algum tempo de amadurecimento das bases que fundamentam a existência da entidade, chegava o momento de franquear ingresso a outras companhias do mercado nacional, desde que estas compartilhassem da mesma visão dos fundadores da ABRASFE “a da união do mercado de locação de equipamentos em torno da ética, da inovação tecnológica, e de práticas de mercado sustentáveis”, explica Moreira.

Obviamente, estas empresas também necessitam comprovar capacidade técnica e processos internos, que garantissem a qualidade de seus produtos e de seu atendimento.

Dentre os objetivos da associação, destacam –se:

  • Valorização do segmento, a importância e a responsabilidade que os equipamentos representam para a obra e o construtor, melhorias contínuas no atendimento e parcerias mais sólidas, visando sempre excelência em equipamentos e no atendimento ao cliente final.
  • Normatizações de procedimentos e critérios de cálculo, inclusive com a elaboração de uma norma específica para esta atividade, a qual, após alguns anos de trabalho, foi aprovada e entrou em vigor em 15/05/2009 – NBR 15696.
  • Ampliação de mercado de atuação, tendo como principal objetivo aços fabricados dentro das normas, práticas corretas de descarte de sucatas, mas não só pelo apelo ecológico e de sustentabilidade para o construtor brasileiro.
  • Disseminar o conhecimento através de treinamentos e palestras técnicas pelo Brasil à engenheiros, universitários e técnicos ligados à construção civil.
  • Capacitar a mão de obra de seus associados e das empresas consumidoras de seus produtos;
  • Incentivar o estudo e a pesquisa na área de engenharia e administração, visando a qualificação dos produtos do segmento;
  • Manter um constante desenvolvimento das normas técnicas.

 

Nova gestão

A diretoria atual, que teve início em dezembro de 2015 com término previsto para dezembro de 2017 é composta pelo presidente, Renison Moreira; vice-presidente, Marcus Ramos; diretor Financeiro, Vanderlei Bertaglia; diretor Técnico, Osvaldo Gamboa; diretor Secretário, Adriano Greca; Gestor, Stylson Antunes e assistente Administrativa, Raisa Guerra.

 

Atividade recentes

  • Participação na feira Concrete Show, edição 2016;
  • Curso de montadores de equipamentos de fôrmas, escoramento e acesso (parceria ABRASFE-Senai).
  • Palestra sobre fôrmas, escoramentos (Fatec Victor Civita/Tatuapé);
  • Acompanhamento da evolução nas alterações da Norma NR-18;
  • Recomendações técnicas formatadas e padronizadas para dimensionamento, montagem e gestão de equipamentos;
  • Palestras para associados, com representantes de entidades, institutos e do mercado em geral;
  • Ampliação das ações de comunicação com o mercado/Criação de novo website;
  • Estruturação de novas parcerias com instituições acadêmicas, institutos e mercado em geral;
  • Atualização de todo o acervo técnico.
  • Contratação de uma assessoria jurídica.
  • Criação de um folder de apresentação da Associação.

 

Ações em andamento:

  • Revisão da Norma NBR 15696.
  • Estudo e implantação de um código de conduta ABRASFE.
  • Desenvolvimento de um jornal periódico.
  • Mudança da sede.

 

Renison Moreira para a Revista Brasil Construção ed. 15