Notícias

A norma NBR 15696 – Dimensionamento, Ensaios e Aplicabilidade de Fôrmas e Cimbramentos para estruturas de Concreto, em vigor desde 2009, define os procedimentos para todos os tipos de fôrmas, como as de madeira, aço e alumínio. Um de seus méritos é a padronização de critérios de cálculo, de ensaios e de equipamentos.

“A NBR 15696 fixa os procedimentos e condições mínimas a serem obedecidas na execução de estruturas de fôrmas e escoramentos (…) O objetivo é minimizar ao máximo acidentes e retrabalhos em obras”.

O debate em torno da criação da NBR 15696 iniciou-se em 2003, devido a uma demanda de padronização de processos, cálculos, procedimentos e projetos de fôrmas e escoramentos levantados pela ABRASFE (Associação das Empresas de Sistemas de Fôrmas e Escoramentos). Desde então o comitê técnico da ABRASFE trabalhou para fazer um esboço do que seria a primeira norma de fôrmas e escoramentos e, em 2006, foi instalada, dentro do CB-2 da ABNT, uma comissão de estudos para implementar a norma junto a todos os setores envolvidos da construção civil, dentre eles consumidores (construtoras), neutros (universidades e laboratórios) e produtores (fabricantes).

Essa norma alavancou essa etapa da construção, levando os construtores a agregarem técnica e os consumidores a confiarem mais nos processos e empresas que seguem essa norma.

A NBR 15696 mudou o status das fôrmas e escoramentos dentro de uma obra. E é por isso que atualmente ela esta sendo atualizada pelo Comitê Técnico da ABRASFE, a fim de proporcionar algumas retificações e complementações que se fazem necessárias.